domingo, setembro 14, 2008

Um Sábado a 2

Tudo começou quando a Med e a Leila* combinaram um Sábado diferente: Miss Leila* fez o jantar, um manjar delicado destinado apenas aos palatos mais exigentes (com a Med, qual homem da casa, à espera de perna cruzada), seguido de uma ida ao IKEA para comprar cortinas e demais acessórios do lar, tarefa que se impunha com máximo grau de urgência, não fosse algum funcionário das finanças mais afoito desviar uma câmara para vigiar o que não devia.
Contudo, para nosso desagrado e desconforto não só aquilo estava pejado de jovens namorados e novíssimas famílias com carrinhos de bebé, como a viagem se revelou infrutífera, já que nada de Wilmas nem Nästveds...
E se o programa seguinte antevia o final "alegre" da noite, tal revelou-se um balde de água fria: sessão esgotada do Mamma Mia, com a escolha possível a recair sobre Terra dos Bravos, na sala LOVE, com cadeiras estofadas com coraçõezinhos com "LIEBE", "AMORE", "AMOUR", "AMOR" e claro "LOVE".
Um balde de pipocas depois, lá nos dispusemos a seguir caminho para o grande objectivo da noite: Sparkling party! (diamands and gaymen are a girls best friend)
Depois de percorrermos a costa da caparica de uma ponta à outra, prestes a desistir com o depósito já na reserva, lá demos com o caminho, e já com os convites na mão, let's goooooo party!
Só posso descrever a festa como muitíssimo bem organizada, bar aberto, música muito boa (para quem gosta de música electrónica) e fazer os comentários da praxe "que desperdício", "que pena" (ai, tanto homem lindo!)...
Desengane-se aquele que pensar que fomos assediadas por mulheres! Tal não aconteceu, eram pouquíssimas (o que retira qualquer valor ao piropo: "És a mulher mais bonita da festa!"), tivemos foi de nos afastar de alguns, poucos, com a justificação, acariciando o bracito uma da outra, que tinhamos ido juntas!
Nas sábias palavras da Leila*: "Ir a esta festa deu-me ainda mais vontade de ser heterossexual!".

As fotos serão brevemente publicadas aqui!

5 comentários:

Anónimo disse...

E vai haver fotos e tudo, Lisboa é que deve ser fotogénica.
Sim senhora, folgo em saber que a adaptação está a correr bem, esquece essas festas gay e compra um cativo na luz.
Tem cuidado para não te transformares numa alface!

Leila* disse...

Oh Med!!! pode-se mesmo dizer que naquela festa a única tentação era o bar aberto! (pelo menos para nós, que não personificámos o papel de Adão - sorry não resisti!! ehehe private private private!!)

Quanto às fotos, acho que só posso colocar mesmo uma! LOL

medusasss disse...

Moribundo dearest friend, nem que a vaca tussa gasto dinheiro com o cativo na Luz! :p
***

Leila chérrie, não fossem as vistas tão lindas, e o assédio praticamente zero (infelizmente não foi totalmente, para mal dos meus pecados), e não teriamos aguentado muito tempo... que isto de se ser outsider é custoso!
***

Mokas disse...

"You!
..I wanna take you to a gay bar, gay bar, gay bar.
Let's start a war, start a nuclear war,
At the gay bar, gay bar, gay bar.
Wow!
At the gay bar.
Now Tell me do ya?, but do ya have any money?
I wanna spend all your money,
at the gay bar, gay bar, gay bar.I've got something to put in you,
I've got something to put in you,
I've got something to put in you,
At the gay bar, gay bar, gay bar.
Wow!
You're a superstar, at the gay bar.
You're a superstar, at the gay bar.
Yeah! you're a superstar, yeah at the gay bar.
You're a superstar, at the gay bar.
Superstar.
Super, super, superstar"


=P

Rita disse...

Essa da Sala Love cheia de coraçõezinhos não conhecida, deve ser giro deve...
Jokas